CRÍTICA: MESMO SE NADA DER CERTO

by - abril 09, 2015


Olá gente! Eu acabei de assistir Mesmo Se Nada Der Certo, e C-A-R-A-M-B-A, porque demorei tanto para ver esse filme? (Provavelmente, você está lendo bem depois de eu ter escrito esse post. Eu tive que escrever logo depois que eu vi o filme, porque precisava desabafar com alguém)

Mesmo Se Nada Der Certo é um filme lançado em 2014 que conta a história de uma compositora e um produtor falido que, nos desencontros da vida, acabam se conhecendo em um bar, no qual ela estava tocando. Dan (Mark Ruffalo) resolve então investir na carreira de Gretta (Keira Knightley), e os dois saem por Nova York gravando um álbum ao ar livre.

O filme é um romance dos bons, porque ele não se prende a ideia geral de casal fofo, pois não há um casal. É um filme que nos inspira a ter em foco a satisfação pessoal e não o sucesso. A gente vê muito isso  no contraste que há entre a Gretta e o Dave (Adam Levine). Dave é um músico que faz sucesso por ter uma música em um filme e quando ele tem que mudar para Nova York, acaba levando Gretta junto, e enquanto ela só quer tocar as pessoas com a sua música, Dave é super focado no dinheiro e na fama.

Além disso, o filme ainda trata da relação entre pais e filhos. Dan, tem uma filha, Violet (Hailee Steinfield), e o relacionamento deles não é lá essas coisas. Mas ao passar do filme, o produtor acaba entendendo e entrando no mundo da filha e acaba retomando um relacionamento sólido com ela.

Pelo plot do filme é claro que ele tem uma trilha sonora incrível. Mas o destaque é a "música tema" do filme, que é Lost Stars, que no CD da trilha sonora do filme tem ela interpretada pela Keira, pelo Adam, e ainda tem um remix na voz do Adam. Acho que não tem uma pessoa que tenha visto o filme e não tenha curtido a trilha sonora.


Eu estou sem entender porque adiei tanto ver esse filme. Ele é aquele tipo de filme de domingo a tarde que te fazem sentir bem, não porque tem uma história de amor de chorar litros, ou porque é uma mega produção, não, é simplesmente porque é a história de duas pessoas tentando realizar seus sonhos, e colocando os problemas para trás para atingir um objetivo. É um filme de libertação pessoal, e todos nós precisamos disso as vezes.

Me sigam por aí! Instagram / Twitter / Facebook / Snapchat: anaclaudiaplima / Goodreads / Skoob

You May Also Like

0 comentários