CRÍTICA: A ESCOLHA PERFEITA 2

setembro 24, 2015

 
Ah! Travei! Abri a janela para fazer um post sobre A Escolha Perfeita 2 e travei. Calma, vamos começar do começo.

Quem ai lembra de Cups Song? Sim, é aquela música do copo que foi modinha ano passado. Pois é, se você não lembra direito de onde ela veio, ela é do filme A Escolha Perfeita, que conta a história de um grupo que faz música usando somente a voz. Ela vai girar em torno das Bella's Barden, um grupo feminino da Universidade de Barden que faz de tudo para ganhar o campeonato universitário nacional. Já no segundo filme, que saiu esse ano, elas irão lutar pelo titulo mundial, a fim de reestabelecer sua reputação após uma apresentação fracassada para o presidente dos EUA (sim, o Obama aparece no filme)

Assim como no primeiro filme, a comédia impera. É impossível não rir em nenhuma parte do filme. As tiradas são sempre muito inteligentes e a melhor personagem continua sendo a Amy, A Gorda (Rebel Winson). O legal é que mais no primeiro, esse filme fala sobre a real amizade e sobre como lidamos com prioridades. No caso a Beca (Anna Kendrik) arranja um estágio e fica dividida entre seguir seu sonho de ser produtora musical e a se dedicar as Bella's, enquanto isso, vemos outras personagens com medo de sair da universidade, outras que nem pensaram no assunto e uma que acabou de entrar nesse mundo novo.


Eu achei que nesse filme o nome calhou bem com o fato de todas as meninas estarem entrando em um mundo de escolhas novas, onde cada uma se vê obrigada a seguir um rumo diferente após a faculdade. Acho que não falei, mas o filme se passa no momento da formatura, e por isso o drama das meninas.

Sinceramente, não achei melhor que o primeiro. O filme é meio rápido demais e resumido. Aliás, ultimamente, todos os filmes andam meio resumidos demais né? Parece que tentam focar em tantos pontos diferentes que acabam não trabalhando nenhum direito. Só nesse filme já consigo imaginar três ou quatro produções que poderiam sair dessa. Mas não é um filme ruim, isso é fato.

O filme tem a Hailee Steinfeld, que eu prefiro em Mesmo Se Nada der Certo
Os números musicais nesse filme estão M-U-I-T-O melhor que no primeiro, tanto em qualidade quanto em variedade, já que por ser o concurso mundial, vemos grupos de diversos países. E vale o destaque para a participação do Pentatonix, grupo de música a capela bem famoso no Youtube e que é muito bom, sério! Eles arrasam!

Gostei bem do filme e achei que valeu a pena assistir em casa. Ele tem todo um lance de filme de domingo / sessão da tarde. Sei que o post ficou curtinho e tals, mas é porque eu realmente não sei muito o que falar. Só você assistindo ao filme para saber.

E se você já assistiu, me conta aqui nos comentários o que achou!

Me sigam por aí! Instagram / Twitter / Facebook / Snapchat: anaclaudiaplima

You Might Also Like

6 comentários

  1. Eu ainda não vi nem o primeiro Ana! Tenho que correr atrás!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como não?! Corre que dá pra ver lá no Netflix e no Popcorn Time! :)

      Excluir
  2. O primeiro filme foi uma boa surpresa, além de mega engraçado a história é bem legal. E agora eu to querendo ver o segundo também.

    http://marymicucci.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! É muito engraçado!
      O segundo já da pra achar no Popcorn Time!
      Prepare-se para rir muito!

      Excluir
  3. Eu ainda não assisti o primeiro, mas quero colocar em dia rs
    `Só vejo elogios

    ResponderExcluir

CURTE A PÁGINA!