O PROCESSO DE AMADURECER

março 02, 2016


É engraçado como a gente cresce. Não é um processo gradual, um dia você é uma criança, no outro você já está grandinho demais e tem que assumir responsabilidades, depois você simplesmente acorda e tem um milhão de preocupações e problemas que, se você não resolver, ninguém mais vai. Isso aí, do nada, as coisas passam a depender somente de você.

E, momento desabafo, isso é um saco. Ser independente, ter suas coisas, construir uma vida é muito legal, não me entenda mal, mas aquela história de cada escolha uma renúncia nunca foi tão real. Minha mãe outro dia falou que o problema da minha geração é que nós não queremos crescer, e sinceramente, eu concordo com ela. Crescer não é legal, não é divertido, não é fácil, mas é necessário. Desenvolver a capacidade de tomar suas próprias decisões é algo que ninguém pode fazer por você.

Eu tenho pensando muito nisso. Quando meus pais eram novos, eles tinham que começar a trabalhar muito cedo, não porque eles precisassem de fato, mas porque se eles quisessem qualquer coisa diferente da vida eles iam ter que batalhar por isso. Calma, sei que hoje ainda existem muitas pessoas super, hiper, mega batalhadoras, e que trabalham bem duro para conquistarem suas coisas. Mas, eu, Ana, apesar de ter sido criada para isso, muitas vezes me pego acomodada a minha vida privilegiada.

Vejamos, estudei até a 8ª série em um colégio particular. No ensino médio eu fui para uma escola pública, mas não era qualquer escola pública, fui parar em uma escola técnica estadual (ETEC), que, para quem não sabe, você tem que realizar uma prova, tipo vestibular, para entrar. Depois disso, eu fiz minha primeira faculdade, que foi pública, comecei a trabalhar dando aulas de inglês para adultos (eu tinha 19 anos, e dava aula para pessoas de 30, 40 anos, até mais). Depois fui fazer estágio, que consegui por indicação de uma amiga que já trabalhava lá, quando terminei a faculdade fiz 6 meses de cursinho e cá estou eu, no segundo ano de faculdade, e de novo, é pública.

E por mais que você olhe e fale: nossa Ana, você é muito esforçada, eu, Ana, nunca enxerguei essas etapas todas como eu enxergo hoje. Nessa minha trajetória conheci pessoas muito mais esforçadas e dedicadas do que eu que não tiveram as mesmas oportunidades, e aprendi a ser muito grata por tudo que conquistei. Que para alguém de 50 anos, pode não ser nada, já que não tenho uma casa, um carro, ou estou para casar. Mas para mim, que tenho 23 e na real, nunca fui a sonhadora que corre loucamente atrás do sonho, ter passado por tudo, é muito mais do que eu poderia imaginar.

E o que isso tem a ver com crescer? Isso, esse reconhecimento das minhas conquistas, é um sinal do amadurecimento que eu sempre achei que tive, e que na verdade, eu não tinha. Hoje, eu sou muito mais madura do que quando terminei a primeira faculdade. Eu me sinto assim pelo menos.

Essa semana eu resolvi vários problemas que ninguém imagina como são até ter que resolve-los. Eu descobri que estou mais paciente e que do ano passado para cá, tenho trabalhado cada vez mais em diminuir meu stress e ansiedade. Eu também estou tentando ter acesso a mais conteúdo adulto e abandonado cada vez mais os filmes, sérios e livros adolescentes. Não que eu vá parar totalmente, porque, afinal, eles são muito divertidos. Mas acho que essa é a hora de amadurecer também meus gostos pessoais e as minhas atitudes.

Cheguei a conclusão de que quero ser alguém que vai além do discurso, tenho duas faculdades, eu quero ser um adulto (foi a melhor palavra que achei para romantizar meu conceito de pessoa bem resolvida e madura) que sabe o que fazer com isso. Quero resolver minhas questões pessoais pendentes e viver com mais atitude. Mesmo não tendo certeza do que isso signifique.


Me sigam por aí! Instagram / Twitter / Facebook / Snapchat: anaclaudiaplima / Goodreads / Skoob

You Might Also Like

2 comentários

  1. Adorei o texto, me serviu de reflexão também, estou mais ou menos nessa fase de amadurecimento, mas como você mesmo disse com oportunidades diferentes, mas com o mesmo pensamento que você. Realmente amadurecimento é um processo, de aprendizado que vem com um tempo. Bjs ANA <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Amadurecer não é uma coisa que a gente estala os dedos e acontece, é algo que simplesmente vem!
      :)

      Excluir

CURTE A PÁGINA!