NEGÓCIO DA CHINA: COMPRANDO DE FORA E ENTENDENDO O QUE EU TÔ FAZENDO

junho 14, 2016

Você x Impostos / via Tumblr
Olá pessoa! Tudo bem? Vi uma postagem na outra rede (que para quem esta fora do Twitter, é o Facebook) de uma conhecida que comprou umas coisas ai de fora e não deu muito certo. Mas como assim, ela não recebeu? Recebeu, mas teve que ir retirar nos Correios e pagar todos os impostos mais a taxa que o próprio correio vai cobrar por manter sua encomenda lá. E eu sei, que você ainda tá se perguntando porque eu vou falar sobre isso no post sobre finanças, mas é que cada vez mais tem se tornado fácil trazer coisas de fora do país, por preços mais acessíveis, então, é super importante entender de vez se esse processo todo vale a pena ou não.

Então, comecemos pelo começo.

Comprar coisas de outro país envolve 3 valores: valor do produto + frete + impostos. Teoricamente, você teria que pagar os 3, teoricamente. Na verdade se você estiver comprando algo de uso pessoal e com valor inferior a US$500 você não precisaria pagar pelos impostos, uma vez que eles deveriam proteger a produção nacional e você comprar algo para você não fere a produção nacional. Mas, sejamos sinceros, se a coisa fosse tão simples, ia ter muita gente dando um jeitinho brasileiro e fazendo várias encomendas de 1 item, 1 em cada dia, nos sites chineses e depois revendendo aqui não é mesmo?

Então a primeira coisa que você tem que saber é que a Receita Federal vai interceptar todas as suas comprar. Sim, se você já comprou qualquer coisa de fora sabe que a sua encomenda sempre fica parada uns dias em Curitiba  (pelo menos as que vem aqui pra SP), e é lá que eles vão fazer a triagem de quem paga e de quem não paga imposto. E aqui já vai a lista básica de quem está sujeito a pagar imposto.

1. Quem trás mais de uma peça igual dentro de um pacote: não importa se são cores diferente, se você trouxer 3 camisetas do mesmo modelo, você vai correr o risco de pagar imposto porque eles entendem que talvez você queira revender as peças.

2. Quem trás muita coisa recorrente: se recorrentemente você trás coisas do exterior, a Receita também pode entender como comércio e você vai ser taxado.

3. Quem compra coisa de valor duvidoso: só porque preciso informar, se a Receita achar que o que você tá trazendo não vale só o que você declarou, isso vai contar na hora de taxar sua compra também!

Fora dessa lista, mas meio que incluso no item 3, quem trás remédio também está sujeito a pagar imposto, e o ponto é simples: tem que ter receita. Você tem que provar que ele é absurdamente necessário, e provavelmente a Anvisa vai querer dar uma parada pra ver o que tem nesse negócio. Eu Ana, nunca comprei remédios, então não sei direito como funciona, e não vou falar que não funciona, porque os relatos das pessoas as vezes podem ser sem fundamento quando elas não conhecem como funciona o sistema.

Agora que você já sabe quem pode ser taxado, vamos falar de como as coisas vão funcionar na prática. E uma coisa muito importante: seus impostos serão cobrados em cima do valor aduaneiro (valor do produto + frete + seguro). Essa é a regra prática para impostos na importação em geral, então não adianta chorar porque é regra geral mesmo. No caso dos Correios, eles vão cobrar 60% do valor aduaneiro como imposto. Eu sei, é um valor que aparentemente parece salgado, mas que dependendo do que você trouxer pode até ser ok. Esse arquivo aqui explica direitinho a taxação. Então, mesmo parecendo muito imposto, as vezes o valor ainda fica bem menor do que se você comprasse o mesmo produto no mercado nacional.

Sim, temos muitas informações aqui, mas você ainda precisa saber que empresas de transporte, como DHL e Fedex, não são livres de impostos e provavelmente vão cobrar os impostos de você quando forem te entregar. Sim, eles vão te dar junto com a sua encomenda um boletinho para pagar os impostos. Resumindo, é difícil fugir dos impostos.


Eu, Ana, nunca tive problemas com compras do exterior. Nunca fui taxada nem nada. Eu trabalhei 3 anos com desembaraço aduaneiro (que é toda a parte de registro de compras e vendas na Receita Federal) e já vi de tudo. Então, eu sempre tive muito cuidado de dar bastante tempo entre uma compra e outra, não comprar mais de um do mesmo produto, e só comprar coisas baratas que se não chegassem, estava tudo bem. Meu irmão compra muita coisa de fora, e já foi taxado 2 vezes pelos Correios, mas ele também já comprou em lojas nas quais você paga o imposto diretamente na hora da compra, o que é bom também, e deixa tudo mais seguro.

O post ficou longo, mas espero que você, caro leitor, tenha entendido melhor como as coisas funcionam. E, é questão de sorte ser taxado ou não, você tem que evitar as situações listadas aqui, e saber que é algo que pode acontecer com qualquer um.

Me sigam por aí! Instagram / Twitter / Facebook / Snapchat: anaclaudiaplima / Goodreads / Skoob

You Might Also Like

6 comentários

  1. Eu costumo comprar pouco e só besteira, tipo adesivos, hahahaha. Se não vier ou se for taxado, dependendo do que for, nem vou buscar, pra mim não vale a pena. Só fui taxada mesmo quando comprei o Funko da Amazon, mas aí eu já sabia que seria mesmo e já tinha calculado o valor quando fiz a compra, não foi supresa. Mas prefiro comprar de vendedores na Amazon que já me cobram os impostos na hora da compra. Muito mais prático.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Mari! Quando o vendedor já dá essa ajuda de comprar o imposto na hora da compra a vida fica bem mais fácil mesmo! E evita de você ter que ir até o correio buscar a encomenda!
      E se a ideia é praticidade, é melhor comprar coisas de pouca valia que na pior das hipóteses, não vai fazer falta se você não receber! Principalmente no bolso!
      :)

      Excluir
  2. oi, oi.

    que post interessante, Ana! eu nunca comprei na exterior justamente por ter medo que não chegue ou eu tenha que pagar uns absurdos pra receber os produtos. #medrosa outro dia li na internet que tem produtos da China que podem demorar até 3 meses pra chegar, né? gente, é tempo demais. não sei se pagar barato vale toda essa espera. :D

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adriel! Que bom que você curtiu o post!
      Olha, eu compro muito pelo Aliexpress, e tem coisa que demora horrores para chegar mesmo, mas no geral, boa parte das coisas chegam em um mês, e se não chegarem você pode pedir o reembolso pro vendedor. Já aconteceu isso comigo, e eles me reembolsaram, mas o que eu comprei acabou chegando depois e eu paguei de novo o valor, a maioria dos vendedores já está preparado para esses acontecimentos.
      Já meu irmão compra bastante coisa da Europa (o rico né?) e sempre chega em um mês no máximo! Então vale a pena pesquisar!
      :)

      Excluir
  3. Eu adorei o post! Meu namorado está doido pra comprar o patins dele fora do Brasil, mas estamos pensando nessa possibilidade de ser taxado, se vale a pena ou não. Se melhor seria comprar aqui (dobro do preço) só que parcelado. Vou mostrar seu post pra ele, e vamos ver o que acontece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Clara... O negócio é botar mesmo no papel e ver se vale a pena... Quando o dólar tava mais baixo (uns R$2,00) talvez valesse a pena correr o risco, com esse dólar mais caro, talvez não tenha muita vantagem... Mas tem que botar a calculadora pra funcionar!
      :)

      Excluir

CURTE A PÁGINA!