PLANEJANDO A VIAGEM DOS SEUS SONHOS!

by - agosto 16, 2016


Eu relutei por muito tempo sobre escrever esse post. Não que eu não tenha o que falar, mas eu já dei algumas dicas muito úteis e indiquei sites muito bons (você pode conferir esse post AQUI) para ajudar você a planejar a sua viagem, e aí bateu aquele medo de chover no molhado sabe?! Mas aí, aconteceu a minha última semana, e talvez esse seja o momento certo para falar sobre isso.

Quem leu a newsletter dessa semana viu que eu me planejei muito para realizar meu sonho de participar das Olimpíadas, e sério, apesar disso, ainda teve coisa que deu bem errado, mas como as coisas já estavam nos eixos, então nada atrapalhou a nossa viagem. Então, esse post vai ser meio que um guia-relato das minhas experiências, e eu espero que te ajude!

1. Planejamento

Eu sei que isso já está ficando chato, eu falo sobre isso em 90% dos posts de finanças por aqui, mas juro, essa é a coisa mais importante que existe quando a gente fala de dinheiro. E claro, que aqui não vai ser diferente. Para garantir o sucesso da sua viagem é sempre importante planejar, principalmente porque coisas podem dar errado, e é bom ter uma margem de dinheiro e tempo para resolver os problemas.

Minha última experiência foi na minha última viagem, para as Olimpíadas. Nós quase ficamos sem hospedagem porque o dono do apê que tínhamos alugado simplesmente deu o golpe, pegou o dinheiro (50% do valor do aluguel) e depois cancelou a reserva sem nos comunicar. A gente descobriu isso meio que em cima da hora, e como minha mãe já tinha economizado os outros 50%, conseguimos fazer um corre e arranjar outra hospedagem. Como essa primeira operação foi feita pela Decolar, então foi fácil de resolver, mas aqui você pode imaginar n situações em que sua viagem pode ir por água baixo.

2. Tenha bons contatos

Bons sites, boas indicações, bons tudo! Isso envolve muita pesquisa, mas é o que vai garantir que tudo dê certo. Hoje existem n sites que facilitam a nossa vida na hora de arrumar hotel, passagem, ou alugar um imóvel, e é importante que seja confiável. Nem vou me estender muito porque pelo exemplo a cima você já entendeu o que eu quis dizer não é mesmo?! E isso também serve para passeios, aluguel de carro, e tudo mais.

Porém, aqui vai uma observação. No meu aniversário eu viajei com meus pais para Ilha Bela, e eu fiquei no hotel/pousada mais em conta na época, porém as críticas não eram lá muito boas. Quando eu cheguei lá, QUE LUGAR MARAVILHOSO! Sério mesmo! Então, desde então, eu tenho muita ressalva quanto aos comentários que leio nesses sites. E também já aconteceu o contrário, já rolou de eu ler críticas maravilhosas de um lugar e chegar lá e ser muito ruim. Então, fica o aviso.
3. Passagens aéreas

Nessa minha última viagem, eu paguei baratíssimo nas passagens. Uns R$70 para ir, e uns R$100 para voltar. Como eu consegui? 2 coisas: antecedência e programa de milhas. Eu comprei minhas passagens com quase 1 ano de antecedência, então eu consegui esse preço super bacana. Ok, sei que a minha viagem foi muito específica, mas já consegui promoções bem bacanas com passagens entre R$100 e R$120. É um exercício de paciência, você vai ter que olhar os sites constantemente, mas um segredo: as vezes, com o passar do dia, conforme as passagens vão acabando, os preços tendem a cair. Então se você olhar 2 dias seguidos, mais de uma vez no dia, tem uma grande chance de você achar um preço legal.
Quanto aos programas de milhas, meu, quase todo cartão de crédito tem, então não tem desculpinha. A maioria dos programas é gratuito e algumas companhias aéreas dão desconto na passagem só de você procurar pelas passagens logado no site.

4. Escolha um tipo de viagem

Ana, como assim? Na minha mente existem n tipos de viagem, eles podem ser com roteiro, sem roteiro, de negócios, de férias, de exploração, etc. E em cada tipo de viagem vamos ter tipos específicos de gastos. Então, em uma viagem com roteiro pré definido, você pode se planejar bem melhor financeiramente do que em uma viagem sem roteiro por exemplo, uma vez que você meio que tem ideia de quais lugares exatamente você vai ir. Então, em cada tipo de viagem você vai encaixar gastos diferentes como transporte, alimentação, hospedagem, etc.
5. Como pagar sua viagem

Não só falando dos gastos de passagem e hospedagem, mas de todo o resto, hoje existem várias maneiras de movimentar dinheiro. Então, você vai ter várias opções para custear sua viagem. Além dos mais comuns (cartão de crédito e depósito/débito), para custear suas despesas do dia a dia você ainda pode usar de cartões pré-pagos, que funciona que nem celular, você recarrega o quanto precisar, e eu sei que alguns deles permitem saque em caixa eletrônico, e é melhor do que viajar com um montão de dinheiro.

E lembrar sempre, o importante mesmo é ter o dinheiro para pagar toda a viagem ou quase toda disponível. E se você se planejar direitinho, pode ser que na viagem você já tenha até pago toda a viagem, como é o meu caso na maioria das vezes. Geralmente quando viajo já tenho pago as passagens, e tenho toda a quantia para pagar a hospedagem.
Dica da minha mãe: Procure por supermercados

Gente, essa dica de ouro é da minha mãe. Nós jovens, não temos esse hábito, mas sempre que viajo com a minha mãe ela pesquisa para descobrir onde tem supermercados próximos ao lugar em que vamos ficar, e por que isso? Porque lá você pode comprar água, comidinhas para levar nos seus passeios, geralmente tem restaurante por quilo dentro dos supermercados também, e claro, a melhor parte, uma padaria, que né?! Sempre bom.
Essas foram minhas dicas, e eu espero que você tenha gostado! Agora me conta! Você tem alguma dica? Deixa aqui nos comentários!

Me sigam por aí! Instagram / Twitter / Facebook / Snapchat: anaclaudiaplima / Goodreads / Skoob

You May Also Like

2 comentários

  1. muito bem Ana, eu sempre tento fazer isso também, me programo bastante e a dica da sua mãe é super válida, a viagem fica bem mais barata quando você se hospeda perto de um supermercado, espero que a sua viagem tenha sido maravilhosa! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é né?! Essa dica da minha mãe é uma coisa que só com a experiência a gente aprende!
      :)

      Excluir